quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Folha defende em editorial que João Dória desista de mudar velocidade nas Marginais



O jornal Folha de S.Paulo publicou editorial na edição de 16/11/2016 defendendo que o prefeito eleito de São Paulo, João Dória (PSDB), não aumente os limites de velocidade nas avenidas Marginais, Pinheiros e Tietê, que formam uma espécie de anel viário em torno do Centro expandido da cidade.

Os limites de velocidade nas avenidas foram reduzidos pelo prefeito Fernando Haddad (PT), em 2015, para 70km/h, nas chamadas "pistas expressas" (com menos entradas e saídas de veículos), e para 50km/h, nas chamadas "pistas locais" (que dão acesso as ruas dos bairros por onde passam). A redução causou reação negativa em parte da opinião pública ao mesmo tempo em que provocou a redução do número de acidentes e mortes nas avenidas.

Dória, concorrendo como candidato de oposição, prometeu retornar os limites para a regra anterior. Mas desde que assumiu a medida se revelou polêmica mesmo entre eleitores seus, como os representantes de taxistas, contrários a Haddad mas favoráveis à manutenção das regras em vigor.

O editorial da Folha pondera que, depois da campanha, o eleito precisa analisar novamente as medidas propostas à luz da responsabilidade de governar bem, não mais do marketing e das paixões eleitorais.

SEM CARRO aplaude o editorial da Folha, embora apoie a redução ainda maior dos limites de velocidade na cidade, inclusive nas Marginais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário