terça-feira, 11 de outubro de 2016

Prefeito Dória precisa ouvir a Engenharia de Trânsito em vez de apostar no achismo


"A certeza de que o cigarro causa câncer foi alcançada pelos estudiosos nos anos 1950. Mas ao longo das décadas seguintes, cientistas pagos pela indústria do tabaco questionaram as pesquisas, criando uma falsa polêmica, e adiaram a adoção de políticas de restrição ao fumo. Isso provocou mortes que poderiam ter sido evitadas. O lobby do automóvel faz o mesmo com as informações que mostram o carro como o cigarro do século 21.

"É o que vemos acontecer em São Paulo neste momento: a defesa do aumento do limite de velocidade nas Marginais age como os defensores do cigarro diante dos dados sobre redução de mortes e atropelamentos: “Falta comprovar que a queda se deve à redução da velocidade”. Muitas mortes podem ser evitadas se essas pessoas ouvirem o que diz a engenharia de trânsito.

"O problema se torna urgente porque o prefeito eleito, http://www1.folha.uol.com.br/poder/eleicoes-2016/2016/10/1819308-vamos-conceder-a-manutencao-das-ciclovias-ao-setor-privado-afirma-doria-na-tv.shtml João Dória, ameaça adotar medidas baseadas nesses questionamentos que têm a consistência de uma conversa de botequim. "

Leia a íntegra da coluna de Leão Serva na Folha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário