segunda-feira, 20 de junho de 2016

Avança na Câmara Municipal o projeto que pode acabar com a Lei Cidade Limpa, 10

Cena de avenida paulistana anterior à Lei Cidade Limpa, de 2006 - Foto: Reprodução

Avança a jato na Câmara Municipal de São Paulo o projeto enviado pelo prefeito Fernando Haddad que tem o apelido de "Banca SP"  que autoriza as bancas de jornal a venderem publicidade nas suas faces externas. Isso corresponde a pelo menos 14 mil anúncios (4,5 mil bancas x 3) contra menos de 4 mil autorizados hoje em pontos de ônibus e relógios de rua.

Segunda-feira, 13/6, foi convocada uma audiência pública pelo "Diário Oficial"; foi realizada no seguinte e durou apenas 9 minutos; no dia 15/6, todas as comissões que devem avaliar um projeto desse tipo apresentaram juntas parecer favorável e na mesma noite o projeto foi votado (33 a favor, 3 contra; são 55 vereadores). Agora é preciso passar por nova audiência pública e uma segunda votação.

Além dessas oportunidades novas de publicidade legal, a Prefeitura não fiscaliza mais os cartazes irregulares, dizendo que as multas são difíceis de cobrar. No segundo semestre, tem campanha eleitoral, quando a cidade costuma ficar poluída de anúncios políticos... Corremos o risco de voltar a 2006...


Nenhum comentário:

Postar um comentário