quinta-feira, 17 de março de 2016

Trem mais rápido e que "voa" é desenvolvido por pesquisadores da UFRJ

Maglev de Xangai, na China
Pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro aprimoraram a tecnologia do Maglev, um trem movido a levitação magnética, que faz com que ele flutue. Funciona assim: o veículo é propulsionado pelas forças de atração e repulsão do magnetismo por meio de supercondutores, fazendo com que não encoste nos trilhos.

Isto faz com que atinja maior velocidade, além de economizar energia. O trem está em teste no campus da universidade. Países como Alemanha, China e Japão já têm trens magnéticos. Porém, a tecnologia brasileira é mais barata e estável.

Saiba mais neste link.

Nenhum comentário:

Postar um comentário