domingo, 4 de outubro de 2015

CONVIVER É COMPARTILHAR

por LEÃO SERVA

Estamos fadados ao convívio com as multidões. E para conviver nesse espaço cada vez mais apertado das grandes cidades, o melhor é compartilhar posses. Em vez de ter tudo, usar as coisas em um momento e depois deixar que outros utilizem. Esse princípio está criando riquezas e novos modos de vida.

O Uber é apenas um exemplo de compartilhamento. As “bicicletas do Itaú” são mais visíveis. O Waze é impressionante porque as pessoas vão criando juntas o caminho mais rápido para o trânsito. Hoje compartilhamento de escritórios (co-working) e de habitações se tornaram grandes negócios.


A chamada “Economia do Compartilhamento” será tema de um seminário na manhã da próxima sexta-feira, 28, na universidade ESPM (r. Dr. Álvaro Alvim, 123, Vila Mariana), do qual participo como um dos organizadores. A ideia é: compartilhar é o jeito de viabilizar a vida na cidade compacta, como são as metrópoles em que vivemos. Não só para viver sem carro, mas também sem tralha.

***
Texto publicado na Folha de S. Paulo em 24/8/2015

Leia mais em Facebook #comoviveremsaopaulosemcarro

Nenhum comentário:

Postar um comentário